fbpx

Sua produtividade rural está caindo sem essas 4 dicas

A produtividade rural é essencial para prover mais alimentos e levar os grãos até o seu destino final de forma otimizada.

Prover mais alimentos, aumentar a produtividade e levar os grãos até o seu destino final de forma otimizada: A produtividade rural é responsável pelo êxito de todos os processos ligados à produção.

Basicamente, para se aumentar a produtividade rural é necessário distribuir recursos de forma mais eficiente. Em outras palavras, aprender a melhorar a produção e fazer dos processos algo ainda mais rentável.

Continue a leitura para descobrir como a sua produtividade pode estar caindo nesse sentido e, ainda, conhecer 4 dicas para fazer desse o maior ativo do seu negócio.

O que é e como funciona a produtividade rural?

Sendo a relação entre produção rural e os insumos utilizados no processo específico de agricultura, a produtividade rural é primordial para que gestores atinjam seus objetivos.

Nesse sentido, se considera o valor da produção final comparado ao valor dos insumos, mão de obra ou até mesmo o tamanho da terra utilizada.

A produtividade rural nada mais é do que um indicador que traduz a proporção da produção em detrimento do que foi investido.

O grande objetivo dessa análise é compreender quais aspectos definem o desempenho da fazenda, produção e etc. A produtividade rural não é algo simples, uma vez que se consideram diversos fatores.

Na prática, isso permite que gestores adequem suas estratégias de forma mais assertiva e otimizada.

Hoje, esse nível funciona muito de acordo com o nível de tecnologia que uma determinada produção emprega no seu dia a dia: Máquinas, sistemas indicadores, ERP, análise de dados e por aí vai.

Em conclusão, monitorar a produtividade rural é necessária, pois permite que os gestores compreendam com profundidade como suas estratégias podem ser mais adequadas.

Existe diferença entre produção e produtividade agrícola?

Neste contexto de debate é muito comum confundir as duas coisas, e achar que produção é o mesmo que produtividade.

Enquanto a primeira leva em consideração o total produzido, independentemente de fatores como a terra, a mão de obra e o capital, a outra é um aspecto que indica como a fazenda atingiu o nível de produção indicado.

Ou seja, a produtividade é a relação entre produção e recursos: quais estratégias usadas, qual o investimento feito e outras variáveis que podem transformar o negócio.

Onde ter cuidado?

No contexto de ambiente de atuação, é preciso que os gestores da fazenda entendam os obstáculos para um melhor rendimento, ou seja, conhecer os fatores que prejudicam a produtividade rural é primordial.

Pensando nisso, separamos três fatores que devem ser monitorados, justamente para garantir que a sua produtividade rural atinja o esperado.

Fertilidade do solo

Antes de mais nada, é importante entender que o nível de fertilidade do solo é um aspecto fundamental, quase uma base da produtividade rural dentro da sua produção.

Isso porque quanto melhor preparado o terreno for, mais assertivo é o cultivo, que implica em várias questões, principalmente quando se almeja aumentar a capacidade de produção.

Para garantir que a utilização das melhores estratégias é preciso contar com a expertise de especialistas e investir em funcionalidades que capacitem o trabalho no campo.

Umidade

Num segundo momento, a relação da água com as plantas precisa ser analisada cuidadosamente, estudada justamente para que o nível de umidade seja calibrado corretamente.

O principal benefício dessas estratégias é ajudar as plantas a desenvolverem raízes mais fortes, com uma grande capacidade de absorção de nutrientes.

É preciso cuidar pois a umidade em excesso termina por ter o efeito contrário, afogando as plantas e alterando quimicamente o solo, desequilibrando o cultivo.

Existem diferentes tipos de tecnologia e sistemas que podem ser utilizados para que suas estratégias nesse sentido sejam mais assertivas e resultem no aumento da produtividade rural.

Clima

O clima é um fator poderoso quando se fala de planejamentos, e como tal, é preciso monitorar constantemente.

Afinal, as temperaturas e o nível de luminosidade são reflexos dos altos e baixos do clima.

E esses picos (positivos e negativos) podem causar prejuízos pois impedem que as plantas absorvam nutrientes da terra.

Como o tipo de plantio e localidade das fazendas influencia diretamente nas estratégias para tirar o melhor proveito dos insumos, é preciso considerar o contexto para extrair positivamente as melhores práticas.

Fazendas localizadas em altas altitudes costumam ser mais frias e úmidas; enquanto aquelas no centro-oeste do país, por exemplo, sofrem incidência do sol constante e altas temperaturas.

Em conclusão, nesse contexto, o clima instável pode gerar períodos de tempo nublado, que afetem a luminosidade e o crescimento de diversas plantas. Em outras palavras, gestores precisam se preparar para esses momentos e adaptar suas estratégias.

4 dicas para melhorar a sua produtividade agrícola

1) Rotação de culturas

Como você bem sabe, a rotação de culturas é o processo de plantar diferentes culturas de plantas na mesma área de colheita, pelo mesmo período de tempo do ano.

O objetivo é tanto potencializar as receitas do negócio, como recuperar o solo e evitar o desenvolvimento de pragas.

Dessa forma, o agricultor potencializa a produtividade rural e evita a proliferação de pragas, e por mais que não seja uma estratégia de fácil aplicação, realizar a rotação de culturas é uma das dicas mais eficientes para aumentar a produtividade rural.

Afinal, ela promove o enriquecimento da área de plantio e torna a terra mais resiliente.

2) Agricultura de precisão

Utilizar a agricultura de precisão, nesse momento estratégico na lavoura, é essencial.

Esse é um processo essencial que analisa dados de forma eficiente, a fim de melhorar a produtividade no campo e otimizar o rendimento da terra.

De certo modo, é possível dizer que a agricultura de precisão é uma tática que reconhece as particularidades de cada terreno e como utilizar isso na hora de planejar.

Nesse sentido, a agricultura de precisão é a grande responsável pela utilização consciente e rentável dos insumos à disposição da lavoura.

3) Bons equipamentos

Outra dica importante é utilizar bons equipamentos na plantação.

Afinal, a automatização é quase uma necessidade para os produtores que almejam ganhar mais e aumentar sua produtividade.

Por mais que a produtividade agrícola não dependa somente do investimento em maquinários, mas, também, dos incentivos à agricultura de precisão (investindo em softwares de gestão, por exemplo), é importante manter todas essas práticas no seu radar.

Isso nos leva, por fim, até a última dica para você revolucionar a sua produtividade rural.

4) Sistema de gestão

Por fim, é preciso garantir que a sua gestão vai dar conta de tudo isso. Isso é possível quando você contrata um software de gestão especialista.

Com uma solução projetada pensando nas necessidades do agronegócio, por exemplo, é mais fácil mapear os pontos onde é necessário dar mais atenção.

Concluindo, com a tecnologia especializada ao seu lado é possível realizar grandes ações que vão transformar sua produtividade.

Viasoft Agrotitan, o software certo para melhorar a produtividade rural

Concluindo, nós sabemos que a sua lavoura produz mais quando tem as ferramentas certas à disposição. É por isso que o Agrotitan existe, para fazer cada rotina e processo atingir seu potencial máximo de rentabilidade.

O Viasoft Agrotitan possui um leque de funções que fazem você lucrar mais e extrair o máximo resultado que a sua lavoura pode ter.

Entre em contato agora mesmo e descubra como transformar a sua lavoura de uma vez por todas. É hora de evoluir com Viasoft Agrotitan!

produtividade rural

Assine a Newsletter

Digite seu email e receba conteúdos exclusivos!
Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Você pode controlar quais cookies são definidos em seu dispositivo nas configurações do seu navegador, para isso, visite os manuais do Google Chrome, Mozilla Firefox ou Microsoft Edge e Internet Explorer. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.