fbpx

Falta de feedback contínuo desmotiva sua equipe: entenda mais!

A cultura de feedback contínuo representa um dos ativos mais importantes na contratação de novos talentos.

A cultura de feedback contínuo representa um dos ativos mais importantes na contratação de novos talentos.

Considerado por diversas pesquisas como o segredo para uma boa liderança, essa estratégia é a grande responsável pela melhoria contínua, pelo crescimento das equipes e pelas conquistas de metas cada vez mais expressivas.

Avaliações de desempenho e reuniões periódicas, por exemplo, constituem um processo que é responsável por transformar os respectivos times no curto, médio e longo prazo.

Por outro lado, além desta, existem diversas formas de entender o progresso da sua equipe e melhorá-la de acordo com o esperado.

Continue a leitura para saber como implementar uma cultura de feedback contínua que realmente funcione para sua empresa.

Mas o que é um feedback de verdade?

Em primeiro lugar, é importante balizar a noção do que um feedback realmente significa e de como sua prática é extremamente importante.

O feedback nada mais é do que a ação de dar um retorno sobre projeto, trabalho ou desenvolvimento de um colaborador.

Basicamente, é direcionar esse colaborador de forma otimizada, entendendo a importância de sua contribuição para as ações dentro da rotina organizacional.

Você pode realizar um feedback de acordo com avaliações de desempenho, assim é possível analisar quais melhorias ajustar para que os resultados sejam expressivos.

Ou seja, praticar o feedback de forma contínua e eficiente, nesse cenário de constante crescimento, é a estratégia mais efetiva para garantir escalabilidade e assertividade nas práticas da equipe.

Quais os tipos de feedback?

Nesse sentido, criar uma cultura de feedback efetiva se mostra, muitas vezes, uma prática que requer atenção, principalmente quando isso não é uma rotina dentro do negócio.

Por essa razão, perceba quais os tipos de feedback que podem ser aplicados na sua empresa, considerando o momento vivido pelos colaboradores.

Para tanto, podemos citar quatro tipos de feedback que fazem a diferença na hora de liderar equipes: Positivo, Negativo, Construtivo e Pessoal.

Positivo

Antes de mais nada, é preciso diferenciar um feedback positivo de um elogio. Enquanto um é explicativo, mostrando pontos onde o colaborador se sobressaiu, um elogio é mais genérico e faz referência a diversos outros aspectos.

Em outras palavras, um feedback positivo é importante para que o colaborador compreenda como seus comportamentos e atitudes foram exemplares, funcionando como um incentivo para que ele continue neste caminho.

A falta de um feedback positivo pode ter como consequência a desestimulação do colaborador, o que acaba impactando negativamente na conclusão de tarefas.

Por essa razão, mantenha sempre uma cultura de feedbacks positivos, entendendo como seus colaboradores estão evoluindo e melhorando suas práticas.

Negativo

Em segundo lugar, o feedback negativo (ou corretivo) indica falhas em algum processo.

Em muitas organizações o termo “negativo” não é utilizado, justamente por pressupor uma carga emocional desnecessária e desmotivar os colaboradores.

Afinal, a grande intenção aqui é chegar ao melhor caminho possível, por isso pode ser interessante utilizar termos como “pontos a melhorar” ou “pontos de atenção”.

Ou seja, procurar entender porque sua equipe ou determinado colaborador não atingiram tal demanda, ou entregaram tarefas atrasadas e não alcançaram o esperado é o grande ponto desse feedback.

Concluindo, esse tipo de retorno precisa ser dado com cuidado e levar em consideração o emocional do colaborador, para que essa seja uma experiência motivadora.

Construtivo

Esse é um tipo de feedback que traz inúmeros benefícios, justamente por apontar um possível problema e oferecer um caminho para solucioná-lo.

Esse tipo de avaliação possibilita colaboradores contribuam com soluções para determinada questão.

Isso estimula o pertencimento na empresa e, além disso, incentiva o protagonismo de carreira, uma skill que vem se mostrando cada vez mais um diferencial necessário no mercado.

Pessoal

Por fim, o feedback pessoal tem como objetivo tratar do comportamento do colaborador perante as responsabilidades no ambiente de trabalho (por exemplo, relacionamentos interpessoais ou dificuldade em seguir determinadas normas).

É importante garantir a flexibilidade e compreender o colaborador, entender sua história, costumes e motivações para agir de determinada forma.

De certa forma, gestores devem cuidar ao emitir feedbacks pessoais, uma vez que existem práticas éticas e limites que não podem ser ultrapassados: acima de tudo, é preciso cuidado nas palavras e empatia.

Feedback eficiente é com o Nela

Concluindo, com uma boa cultura de feedback você une sua equipe, conquista resultados e aproveita novas possibilidades.

Nesse contexto, contar com uma solução desenhada para a gestão de pessoas é um grande diferencial.

Em outras palavras, possibilita que seus feedbacks sejam automatizados, gerenciados de forma mais única e eficaz.

Descubra o verdadeiro potencial da sua gestão com o Nela, uma solução desenvolvida pela Viasoft exclusivamente para gestores que entendem o potencial que colaboradores motivados possuem dentro do negócio.

Acesse, conheça e entenda como transformar o seu negócio.

feedback

Assine a Newsletter

Digite seu email e receba conteúdos exclusivos!
Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Você pode controlar quais cookies são definidos em seu dispositivo nas configurações do seu navegador, para isso, visite os manuais do Google Chrome, Mozilla Firefox ou Microsoft Edge e Internet Explorer. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.