Como foi dito no E-book, são 21 registros cobrados no Bloco K, é muita coisa para ajustar e saber, não é?

 

  • K001: registro gerado para abertura do Bloco K, indicando se há lançamento de informações no bloco;

 

  • K100: registro do período de apuração de ICMS/IPI, prevalecendo os espaços de tempo mais curtos. Se por acaso o contribuinte possuir mais de um intervalo de tempo para apuração, declara-se um K100 para cada um deles no mesmo arquivo;

 

  • K200: registra o estoque final escriturado no período citado no K100, lembrando que estoque zero também é informação, e se não houver entrega de dados já se entende o estoque como zerado. As mercadorias que devem ser escrituradas são:
    • 00 – Mercadoria para revenda;
    • 01 – Matéria-prima;
    • 02 – Embalagem;
    • 03 – Produtos em processo;
    • 04 – Produto acabado;
    • 05 – Subproduto;
    • 06 – Produto intermediário;
    • 10 – Outros insumos.

 

  • K210: registra a desmontagem de mercadorias – item de origem. Veja as mercadorias listadas:
    • 00 – Mercadoria
    • 01 – Matéria-prima;
    • 02 – Embalagem;
    • 03 – Produtos em processo;
    • 04 – Produto acabado;
    • 05 – Subproduto;
    • 06 – Produto intermediário;
    • 10 – Outros insumos.

 

  • K215: diz respeito à desmontagem de mercadorias – item destino. Veja as mercadorias listadas:
    • 00 – Mercadoria
    • 01 – Matéria-prima;
    • 02 – Embalagem;
    • 03 – Produtos em processo;
    • 04 – Produto acabado;
    • 05 – Subproduto;
    • 06 – Produto intermediário;
    • 10 – Outros insumos.

 

  • K220: trata de outras movimentações internas de mercadorias. Tem por função registrar as movimentações internas que não se encaixam nos registros K230 e K235;

 

  • K230: informa sobre a finalização de um produto e item acabado. O K230 só será computado se houver produção com insumos informados no K235, lembrando que este registro deve ser idêntico ao 0200 (o arquivo 0200 é o cadastro de mercadorias). No K230 deve-se informar:
    • As ordens de produção concluídas no período do K100;
    • As ordens de produção que mesmo não concluídas possuem registros de materiais do K235;
    • Ordens de produção iniciadas antes do período do K100, porém finalizadas neste período;
    • Ordens de produção iniciadas antes do período K100, que não foram finalizadas, mas que contêm registros de materiais presentes no K235.

 

  • K235: este registro tem como objetivo informar os insumos consumidos para a conclusão do produto. Na industrialização de produtos para terceiros, devem ser listados os produtos próprios que foram utilizados e os produtos do requerente. Neste registro deve haver as mesmas informações que no livro do Bloco 0, registro 0210 (Itens componentes que estão ligados ao registro);

 

  • K250: trata da industrialização realizada por terceiros (itens produzidos). Ele tem como propósito informar os produtos industrializados nas mãos de terceiros, que voltam para o estabelecimento, para consumo ou comercialização;

 

  • K255: industrialização feita por terceiros (itens consumidos). Informa a quantidade de insumo consumido, que foi destinado a ser industrializado por terceiros. Esta quantidade está vinculada ao produto resultante, ou seja, deve-se registrar os insumos consumidos pelos terceiros para a industrialização do produto;

 

  • K260: este registro informa o produto que será ou foi reprocessado e o insumo que foi reparado, no período declarado no K100;

 

  • K265: registra produtos que passaram por reprocessamento ou reparo, sendo eles consumidos ou retornados;

 

  • K270: registra apontamentos de correção dos registros K210, K220, K230, K250 e K260 do período anterior. Isto acontece entre dois inventários;

 

  • K275: é o registro da correção de apontamentos e retornos de insumos dos registros K215, K220, K235, K255 e K265, pode também ser escriturado para substituição ou retorno de insumo/componente que já tenha sido baixado do estoque por consumo efetivo, em período de apuração de exercício anterior desde que vinculado à Ordem de Produção não encerrada;

 

  • K280: O registro tem o objetivo corrigir apontamentos de estoque escriturado de período de apuração anterior, escriturado no registro K200, também feito entre os dois inventários, havendo necessidade;

 

  • K290: registro de produção conjunta, referente a ordem de produção;

 

  • K291: registra o processo de produção acabado do produto em processo, ou de produto acabado de forma conjunta;

 

  • K292: registra insumos consumidos nas etapas da produção de forma conjunta;

 

  • K300: este registro quer informar a data de reconhecimento da produção ocorrida por terceiro em conjunto;

 

  • K301: registro de itens produzidos por terceiros na produção conjunta;

 

  • K302: objetiva, neste registro, informar os insumos consumidos por terceiros na industrialização conjunta;

 

 

 

Copyright © 2017 Viasoft - Todos os direitos reservados.

Ligamos para você!

Informe seus dados e receba a ligação de um dos nossos especialistas nos próximos minutos.












Se você já é cliente e está procurando atendimento visite nossa Central de Atendimento, clique aqui.