Ano passado, os nascidos no novo milênio completaram 18 anos. Eles fazem parte da geração Z, são nativos digitais e têm peculiaridades que, antes deles, não existiam nos consumidores. Com a chegada da maioridade, agora eles frequentam os postos tanto para abastecer quanto para se divertir e, principalmente, consumir. Considerando suas necessidades e expectativas inerentes e o fato de que no ano que vem eles representarão 40% dos consumidores, é necessário conhecê-los bem para atendê-los bem.

 

Quem é a geração Z?

A Geração Z é composta pelos nascidos do ano 2000 a 2010. São jovens que não conheceram o século XX e já vieram ao mundo quando celulares e internet já faziam parte do cotidiano global. Como consumidores são muito diferentes dos seus pais e da geração que os antecedeu, uma das maiores diferenças está no que eles consideram um bom atendimento e qual o valor do consumo para eles.

Enquanto seus pais prezam pela economia e por guardar dinheiro, essa geração preza pelas experiências e não mede o valor monetário das coisas, apenas o valor que o objeto ou experiência lhe traz.

 

Eles são desprendidos dos bem materiais

O que significa que os postos são ambientes excelentes para eles. O que eles querem é estar no posto com os amigos, consumindo à vontade, sem “atendentes insistentes” e que permanecerão lá enquanto houver wi-fi grátis e o posto estiver aberto.

 

São antissociais apesar de sociáveis

Isso faz com que sejam populares, mas que, para falar com um vendedor, por exemplo, não se sintam à vontade, o que faz com que valorizem compras descomplicadas. Enfrentar uma fila enorme? Ter de pagar a comanda para o caixa? Não. Eles querem fazer o máximo possível online e com o mínimo de “interação humana” possível. Não à toa, os apps mais populares atualmente são de “facilitadores” de serviço, em que você não precisa falar com alguém, apenas deslizar a tela do celular algumas vezes.

 

São comunicadores natos

É irônico, mas é isso mesmo: eles não gostam de falar com as pessoas, mas postam e comunicam quase tudo que fazem nas redes sociais. Eles são a primeira geração a ter sua vida retratada nas redes e sofrer as consequências disso.

 

Valorizar a experiência traz grande responsabilidade a quem oferece o serviço

A soma de todas as características do perfil da Geração Z traz um desafio para os postos: ao mesmo tempo em que eles dão o maior valor à experiência, ele estão constantemente alimentando o vasto mundo das redes sociais. A internet nunca esquece. Exemplo disso são campanhas infelizes de grandes marcas que, por um simples post no Facebook, nunca mais conseguem de volta sua posição de mercado. Mesmo que retirem o conteúdo do ar e peçam desculpas publicamente simplesmente não há maneira de voltarem à imagem que possuíam antes. A internet não esquece mesmo, e quando o “veículo” que leva as informações até ela é tão influente como a Geração Z, o problema é amplificado. Comunicadores natos + má experiência dele com a marca = uma péssima imagem quase impossível de mudar.

 

Ou seja, bom atendimento para a Geração Z é baseado no valor da experiência

Sem burocracia, com liberdade e sem regras impostas, como pagamento apenas no caixa, wi-fi grátis apenas com check-in ou qualquer coisa que limite sua experiência. Diferente de seus pais, essa geração não perdoa falha alguma, atente-se: não dá para trata-los da mesma maneira que você trata pessoas de idades diferentes das deles. Isso gera insatisfação e, segundo Kotler, guru do marketing, um cliente insatisfeito conta para pelo menos 11 pessoas sobre sua má experiência, isso somado ao alcance das redes sociais e a influência da Geração Z. Porque, agora, raras são as vezes em que uma experiência feliz ou infeliz, passam sem serem registradas nas redes sociais.

Por isso, garanta uma jornada de compra adequada contando com soluções que atendem e entendem as necessidades de cada uma das gerações que seu posto recebe.

 

Quer conhecer as soluções que proporcionam respeito e cumprimento das exigências de cada uma das gerações que frequentam o seu posto? Acesse o site do VIASOFT PETROSHOW. Atender a todos é um desafio, mas isso é descomplicado com as soluções certas.

Assine nossa newsletter

Assine a Newsletter

Digite aqui seu email e receba conteúdos exclusivos.

Leia também:

Inovação

Open Innovation: por que as empresas devem adotar essa técnica de inovação?

Inovação é um ponto crítico para as indústrias. Já considerou utilizar o método de Open Innovation na sua empresa? Veja o que levar em conta. Se você analisar, vai ver...

Continue Lendo
rotina

Ocasiões em que você não deve sair da rotina na sua empresa

Seja alto ou baixo o movimento no seu supermercado, você sempre tem que estar preparado. A sua rotina é estar preparado, isto é, essa é a rotina da qual você nunca deve...

Continue Lendo
laticinios

Leite de búfala: Um nicho rentável para os laticínios no Brasil

Ele tem fama de mau, bravo e baderneiro do tipo que leva a cerca no peito e faz buraco na lama. Porém, o que se pode perceber é que o búfalo tem mais fama,...

Continue Lendo

Copyright © 2017 Viasoft - Todos os direitos reservados.

Ligamos para você!

Informe seus dados e receba a ligação de um dos nossos especialistas nos próximos minutos.






Se você já é cliente e está procurando atendimento visite nossa Central de Atendimento, clique aqui.

NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ!

Saiba como nossos especialistas estão ajudando centenas de empresas a realizar mais com nossas soluções em software de gestão.

Nos dê apenas alguns minutos e descubra se nossas soluções fazem sentido para a sua empresa.







Não, obrigado.